sexta-feira, março 31, 2006 Gostosa da Semana
Quando eu recebi, na segunda-feira, release da edição de abril da revista VIP, com a Nívea Stelmann na capa... Digamos assim... Eu quase tive um treco. Eu sempre a achei linda... Mas assim, com "pouca" roupa e "ao natural"... Me apaixonei. Ela só tem um defeito: Gostar de Legião urbana. =D

Nome: Nívea Stelmann Leoncio Frias
Idade: 32 anos
Signo: Áries
Altura: 1,65 m
Peso: 51 kg
Filme: As pontes de Madison
Time: Botafogo e Flamengo (?)
Livro: Poliana Moca
Bebida: água de coco
Comida: massa
Sonho: produzir um filme
Viagem: África do Sul
Trilha: Legião Urbana









Constado às 18:26   | 80 Snoogins | |   



"Dado Dolabella" e "Conteúdo" são palavras que não combinam

Afastado de "Cobras & Lagartos", próxima novela das sete da Globo, na frente de todo o elenco numa reunião há três semanas, o ator Dado Dolabella assinou anteontem contrato com o SBT para ser o protagonista de "Cristal".

Dolabella se desentendeu com o autor (João Emanuel Carneiro) de "Cobras & Lagartos" porque se arrependeu de ter aceitado o papel de um metrossexual. O ator, que tem fama de "don juan", diz que recusou o personagem justamente porque ele não tinha "conteúdo" (só se preocupa com a beleza e em conquistar mulheres).

"Achei que não seria interessante fazer um cara fútil, vazio, bobo", esnoba. Sem contrato fixo e "queimado" na Globo, que já chegou a apostar nele como galã, Dolabella acertou com o SBT -- onde ganhará R$ 50 mil mensais (bem mais do que na líder). - Folha de S. Paulo

Eu não sei o que é pior. O Dado Dolabella negar um papel por querer ter mais conteúdo, ou ir pro SBT, fazer novela mexicana, por conta de conteúdo. De qualquer maneira, nunca achei que veria "Dado Dolabella" e "Conteúdo" num mesmo contexto.

O Kibeloco é que tá certo. =D
Constado às 17:49   | 80 Snoogins | |   



Serra candidato a Governador

"O prefeito de São Paulo, José Serra (PSDB-SP), anunciou na tarde desta sexta-feira que vai deixar a prefeitura para concorrer às eleições para o governo de São Paulo. Serra afirmou que esta decisão "é a mais difícil que tomei na minha vida. É uma decisão que, embora arriscada, é necessária. Estou convencido que é a decisão correta", disse." - UOL

Eu já ia votar nulo. Nunca fui a favor disso, sempre votei de acordo com a minha cabeça, mas esse ano não dá. É triste, mas não dá. Dos pré-candidatos a presidente, não existe nenhum que seja qualificado para assumir o cargo. E agora, o Serra abandona a prefeitura, pra concorrer ao Governo. Tipo, então pra que eu votei nele pra prefeito?! Seja lá qual for o motivo, não voto pra governador. Se anular é jogar o voto fora, votar em quem desencana do seu voto é o que?



ÓDIO do Gmail!
Desde segunda-feira o GMail está uma bosta. Uma suja, amarelada (quase verde), fedida e cheia de mosquinhas bosta. Que será que tá acontecendo?!



quinta-feira, março 30, 2006 V de Vingança


Eis o primeiro candidato ao Melhor Filme de 2006. Até o momento, pelo menos, é sem dúvida o filme do ano. Não sei se assim será, porque tem tantos outros fodões pra aparecer... Mas V de Vingança é do caralho. DO CARALHO.

A direção, o roteiro, a fotografia, as atuações. O Hugo Weaving conseguiu fazer aquela máscara bizarramente medonha ter expressão. Não só o sorriso. Mas ficava claro quando existia tristeza, felicidade, ódio. E nem o olho do ator era visível.

É uma história política, complexa, para adultos. Não é qualquer um que consegue absorver tudo o que nos é mostrado. Principalmente o que diz o V. É tudo poético, longo e complicado. Mas é lindo.

A vingança dele, o ódio dele é mostrado de uma maneira que, por mais filha da puta que seja, conseguimos simpatizar. E torcer para que toda a merda dê certo. Claro que a situação em que aquela Inglaterra se encontra é outra realidade e eu não consigo imaginar um outro jeito de acordar a sociedade sem ser daquela maneira, mas ainda assim, é uma filha da putisse. Ainda assim, é lindo.

Acho que já encontrei as descrições desse filme: "Do caralho" e "lindo".

Aliás, linda também a Natalie Portman, de cabelo raspado.



Brasil no Espaço!
Pronto. Agora é fato: O Brasil foi pro Espaço. Ou, como eu prefiro dizer, um Brasileiro. Não entendo essa mania do povo daqui ficar orgulhoso porque é o "país" que tá indo. Quem tá indo é um tio que estudou pra caralho pra realizar um sonho. O que o Brasil fez? Bom, até onde eu sei, deu um calote. Era pra pagar não sei quanto, mas só bancou a metade.

O cara tá indo no mesmo esquema que aqueles milionários... Mas pagando a metade, repito. Vai fazer experimentos de, por exemplo, sementes de feijão. Isso é coisa de primário! Feijão no algodãozinho, tralala. Será que é de se orgulhar, isso?!

Tou falando do país. O Marcão merece todos os aplausos.

E... só pra constá: Eu vou pro inferno só porque, durante alguns segundos, eu torci para que o foguete explodisse?! ^____^



quarta-feira, março 29, 2006 AGORA VAI!

O Corinthians desistiu de contratar um técnico de ponta para o restante da campanha da Copa Libertadores da América. O clube de Parque São Jorge decidiu, na noite de terça-feira, efetivar o interino Ademar Braga, após reunião entre dirigentes do clube e da MSI, sua parceira.

A confirmação veio por meio de um comunicado, publicado no site oficial, em que a diretoria explicou a decisão de manter Braga no comando: 'Sua vasta experiência no futebol, seu conhecimento sobre o elenco e o bom trabalho realizado desde sua chegada ao Corinthians em setembro do ano passado até os dias de hoje o credenciaram para assumir esse posto.' -
UOL Esporte

Bom, agora só falta mesmo um goleiro. Herrera não dá. Marcelo também não. Não sei qual dos dois é pior. VOLTA, RONALDO!



terça-feira, março 28, 2006 The Crims - The Life of a Criminal
Há exatos seis dias, eu publiquei no Judão a notícia de que The Crims, polêmico jogo em que você é um criminoso e quanto mais infringir a lei mais poderoso fica, foi proibido aqui no Brasil. Ou melhor, proibiram o acesso a ele, já que o referido é "web based".

Há exatos seis dias, eu e muitos outros Brasileiros resolveremos ver do que se tratava o tal jogo. Afinal, se proibiram, no mínimo, deve ser legal pra caralho. E é mesmo. =D

Não tem gráficos, não tem requisitos mínimos. É só ter internet e um browser. Pronto. Você começa com 50 lelês e, de acordo com a sua profissão (Assassino, Ladrão, Cafetão, Empresário e Gângster), pontos de inteligência, força, carisma e resistência.

Em resumo, é o que eu diria que é um RPG clássico on-line. MMORPG, sim, mas que segue mais aqueles moldes do monte de Nerd em volta de uma mesa.

Enfim, minha primeira ação dentro do jogo foi comprar um bastão de baseball e assaltar uma velhinha. Ganhei alguns trocados, assaltei outra. Comprei uma fraldinha, pra proteção. Mais assalto, mais dinheiro, mais proteção, mais armas... E você começa a se tornar poderoso. Corre o risco de ser preso -- eu já fui duas vezes, você fica 1 dia inteiro sem poder jogar -- e de apanhar de outros jogadores. Mas nada diferente de outros jogos.

E aí, eu pergunto: Qual é o problema?

Tá, a lingüagem e o que "você é" é politicamente incorreto. Mas até aí... Será mesmo que existe alguma pessoa que vai sair dali achando que pode qualquer coisa?!? Essa é uma discussão eterna no mundo dos games. Especialistas recomendam e alguns dizem que essa é a culpa da violência de hoje em dia. Na minha humilde opinião, é falta de cérebro. Tanto de quem diz que a violência é culpa disso assim como os dois ou três infelizes que resolvem mesmo achar que o que se faz num jogo é possível fazer na sociedade.

Ainda assim, são dois ou três. Eu ainda acho que é melhor "culpar o jogador, não o jogo". Afinal, se mais de 2,5 milhões de pessoas estão cadastradas e, chutando alto, 10 pessoas fizeram alguma besteira por causa do jogo, o problema não deve ser o dito cujo. Pra mim isso é óbvio.

De qualquer modo, ainda estamos no Brasil. Ainda estamos no país que para boquiaberto com o que o MV Bill mostra na TV. Ainda estamos no país que proíbe topless na praia.

Só sei que The Crims é um jogo muito muito muito legal. É divertidíssimo. Você pode jogar enquanto trabalha (descansar entre um assalto e outro é sempre bom), em casa, onde estiver.



segunda-feira, março 27, 2006 Sony anuncia fim da produção do PS1
Sexta-feira, 24 de Março de 2006. 18h08. Toca o celular.

Borbs: Vai trabaiá, vagabundo!
WandeKo: Tanga! Olha a notícia que eu publiquei no Banana.
Borbs: Você me ligou pra isso?
WandeKo: Não, é só pra dizer que te amo!
Borbs: Vai trabaiá, vagabundo!

Bom... Ctrl+T no Firefox, click na barra de favoritos. Abriu-se o BananaGames. No exato momento em que a página carregou, caiu uma lágrima do meu olho direito, rapidamente secada. A Sony anunciou o que vai parar de produzir o PSOne. O motivo é bom -- focar-se no futuro ou, em outras letras, PS3 -- e eu até deveria ficar feliz. Mas poxa vida... É um atestado de que eu estou ficando velho.

Lembro até hoje do meu Nintendinho. Na verdade era um alternativo, nem sei se da Nintendo mesmo, mas rodava joguinhos. Super Mario Bros., Tartarugas Ninja. Depois, veio o Mega Drive e um adaptador Master System... Sonic, Super Monaco GP, California Games... Então, me rendi. Em 1998 comprei o meu PSOne. Ou melhor, meu PlayStation, como ele ainda era chamado. Daqueles cinzas, grandes. Winning Eleven 3, Crash Bandicoot. E é até hoje assim.

Tanto jogo fodão no computador e eu ainda no PSOne... Faz tempo que não encosto nele, é verdade. Até, nesse momento, ele está com o meu cunhado. Mas isso é o de menos. Ele é meu.

Ando fazendo campanha no meu fotolog, aqui e até mesmo no Judão por um PS3 e um PSP -- se bem que um PS2 já me deixaria feliz. Mas pôxa... É triste saber que eu estou indo para a minha sexta geração de videogames (eu também tive um Telejogo e um Atari). Triste porque eu só tenho 22 anos! Vivi muita coisa com um joystick na mão. Já até assisti a um filme pornô. Até hoje não sei como rodou no PS, hehe, mas assisti. E agora eu terei uma peça de museu! Um item raro...

Você não tem vontade de ir pra casa daquele amigo que ainda tem um Atari, só prá passar o resto do ano jogando Enduro, o jogo sem fim? Daqui uns anos será a mesma coisa. Mas com o PS. Todo mundo tendo um PS4, XBOX 780, NINTENDO REVOLUTIONS RELOADED. E eu ainda terei o meu PSOne.

No final das contas, eu tenho mais é que ficar feliz. =]

Constado às 15:47   | 80 Snoogins | |   



Só Prá Lembrá... =D


Constado às 03:59   | 80 Snoogins | |   



domingo, março 26, 2006 Falcão - Meninos do Tráfico. E daí?
Eu queria entender o motivo de toda essa badalação em torno do MV Bill e do seu Falcão - Meninos do Tráfico.

Ser exibido no Fantástico e jornais comentarem no dia seguinte, vá lá. Mas faz uma semana que aquilo foi ao ar, e por exemplo, o Terra fez quase uma cobertura ao vivo do que ele tava falando no Faustão.

Será que tudo o que foi mostrado é tão surpreendente assim?! Chocante é claro que é. Mas meu santo pênis, o que é que aquilo tem de novo?

Será que realmente existe algum cidadão Brasileiro -- principalmente os Cariocas e Fluminenses -- que não pelo menos imaginem aquilo?!

Tenho alguns "contras" em relação ao MV Bill, não concordo com algumas coisas que ele diz, mas é meio óbvio que o que ele fez foi arriscado e de vanguarda. E fez bem feito. Mas estão tratando como se aquilo mostrasse alguma coisa que ninguém sabe. Tipo... "WOW".

Que me desculpe a Globo e a enorme maioria de jornais, sites e etc. Mas o tal "Falcão" não é novidade por aqui nesse país. E não será por um bom tempo. Que, pelo menos, sirva de documento histórico, quando os nossos octanetos quiserem saber "o que é o tráfico".

ps. Pleno domingo e eu recebi um release da gravadora do cara, divulgando a música que toca no documentário. Ai ai.



sexta-feira, março 24, 2006 Gostosa da Semana

Lauren Graham nasceu em 16/03/1967 em Honolulu (Havaii, EUA) e foi criada pelo pai (a mãe, depois do divórcio, foi conhecer o mundo. Que beleza!) no norte do estado de Virginia. Ela se formou em Inglês na Barnard College de Nova York.

Lauren chegou em Los Angeles em 1995 e participou da série Caroline In The City. Apareceu também em outros seriados, como Newsradio, Lei & Ordem, Townies, M.Y.O.B, Conrad Bloom, Seinfield e 3rd Rock From The Sun.

Também fez alguns filmes, como Dill Scallion (TV), Nightwatch (com Patricia Arquette e Ewan McGregor), One True Thing (com Meryl Streep e Renee Zellweger), e Doce Novembro (com Keanu Reeves).

Por seu trabalho como Lorelai Gilmore, de Gilmore Girls, ela ganhou o prêmio de Melhor Atriz no Viewers for Quality Television, além de ter sido indicada para o Golden Globe e para o Screen Actors Guild Award.

E ao contrário do que pensam, Lauren se dá muito bem com sua mãe. =D



UFA!

"O técnico Paulo César Gusmão, que desde a última quarta-feira vem sendo apontado como um nome forte para assumir o Corinthians, afirmou que não troca o Cruzeiro pelo clube paulista. O treinador reafirmou, em entrevista coletiva, no início da noite desta sexta-feira, que só deixa a Raposa se for dispensado pela diretoria celeste." - Pelé.net




Coisas que só acontecem em São Paulo

"Renata Lara Campos toma sol em gramado ao lado da avenida 23 de Maio, uma das mais movimentadas de São Paulo" - UOL




Tarado é a mãe!

Um senhor de 77 anos, vendedor ambulante em Juiz de Fora, foi preso por uma policial feminina, que se julgou vítima de atentado ao pudor.

O comando da PM disse que a imagem da policial vai ser preservada e que acredita na versão dela. “Nós entendemos que ela tem discernimento suficiente para saber se o fato que aconteceu foi um acidente ou se o cidadão cometeu o fato que ela alega”, afirma o comandante da PM Gilmar de Lima.


Seu Augusto tem um forte motivo para sustentar que o que aconteceu foi mesmo um acidente. Ele é cego.

Mesmo assim, a polícia civil diz que vai investigar a atitude de Seu Augusto como atentado ao pudor.
- Jornal da Globo (23/03/06)
No mínimo, a policial é feia.
Viva o Brasil! =D



quinta-feira, março 23, 2006 Lemmings para PSP


Mais um perfeito ótimo motivo para eu ganhar um PSP. =D



MEDO!

Fracassou a tentativa corintiana de contratar Paulo Autuori, do Kashima Antlers. Sem convencer o time japonês a liberar o campeão do Mundial de Clubes-2005, a MSI investe agora em Paulo César Gusmão, do Cruzeiro. O primeiro contato já foi feito, e a negociação será conduzida por Paulo Angioni, diretor da parceira do Corinthians.

Gusmão sofre pressão da diretoria cruzeirense após o empate com o Atlético-MG no primeiro jogo das semifinais do Estadual. Os dirigentes entendem que o time é bem superior ao rival, rebaixado no último Brasileiro. - UOL Esporte

Pelo amor da minha futura AND peituda filhinha! PC Gusmão não, Kia!



Coisa chata-ata


Nesse exato momento está sendo reprisada a entrevista da Ruth Lemos, a do Sanduíche-iche, no Jô. Já faz quase, ou mais, de um ano que o vídeo caiu na Internet via Kibeloco... E, claro, hoje em dia está sem graça.

Quando a entrevista foi pro ar, originalmente, já estava atrasada e sem graça. Mas a platéia estúpida ria de qualquer coisinha. E o Jô ainda tentou teorizar em cima, defendendo. Porra, custa fazer humor ou achar graça em alguma coisa sem levar a sério?

Ainda é assaz legal escrever ou falar algumas palavras no mesmo estilo repetitivo. Mas de uma maneira geral, perdeu o gás, já. Piada gasta. Repetitiva. Blé.

AH, sim. Llatino cantando Festa no Apê ao vivo é bizarro. =D
Constado às 01:38   | 81 Snoogins | |   



quarta-feira, março 22, 2006 Sexo no DVD de Harry Potter 4!
Hoje, enquanto eu assistia a todos os extras que eu encontrei no DVD de Harry Potter e o Cálice de Fogo, pro review do Judão, me assustei assaz. Numa das cenas deletadas, em que o Karkaroff tenta fazer o Snape se assustar com a volta de Voldemort, mostra uma carroça (preste bem atenção) fazendo aqueles movimentos lesco-lescantes e uma moça rindo.

Depois, Snape abre uma carroça e manda os ocupantes deixá-la. Os dois estavam vestidos, o que significa que o diretor Mike Newell só quis zoar -- assim como fez no final do filme. Mas... Poxa, é Harry Potter!

Se tiver que ser desse jeito, Harry Potter 7 pro Almodovar JÁ! =D



Como estragar uma música
Um ano depois de ouvir uma em inglês, faça uma versão. Chame dois cantores fodões e grave num CD ao vivo e um DVD. Faça com que a Globo.com divulgue o CD e o DVD e, então, coloque a mesma versão, na voz de outra cantora numa novela. Pronto. Tá feito o estrago.

A música pode ser a maaaais legal, divertida e bonita. Só que toca tanto, mas tanto, mas taaaanto que preenche o saco. Eu não consigo maaaais te ouviiiir...



Maldito programador do iG!
Eu queria conversar, nem que só por uns segundos, com o responsável pela programação da nova home do iG. Muito bonita, é verdade... Mas, se eu uso o FireFox -- eu uso -- e quero abrir dois links, em duas janelas (ou abas) -- eu quero -- não posso!

Agora mesmo, tive que abrir o iG duas vezes, pra clickar nos links em sites diferentes.

Até entendo que eles querem ter um controle do que é clickado e aonde, mas puta que pariu, né? Ainda mais agora, que o FF tá famoso... Fazer site pra um tipo só de browser -- e, no caso, um tipo só de leitor -- é coisa de amador. Pra não dizer de filho da puta. =D



Agora vai!
Vamos totalizar uns três dias. Desde que a Tayra me reempolgou com o blog até agora. Comecei um template aqui pro bspot, desisti. Coloquei-o no UOL... Mas não era legal. Aí eu mordi e resolvi criar um outro template, pra colocar aqui no bspot e pronto. Oi! =D

Vou publicar aqui pensamentos, resenhas, idéias, textos, contos... Enfim, o que minha cabecinha cheia de estrume produzir. Ou ajudar a. Agora vai! =D



terça-feira, março 21, 2006 A Era do Gelo 2
São exatamente... er... sei lá que horas são. Mas eu acabei de chegar da exibição para a imprensa de a A Era do Gelo 2. Fui desacreditado, pra não dizer com medo e... Que surpresa. Que ótima surpresa.

A animação -- texturas, por exemplo -- está muito melhor e o som é maravilhoso. Nessa seqüência, embora soe meio estranho, os personagens estão mais à vontade, engraçados. Parece que quem os fez, escreveu e dirigiu, estava bem tranqüilo. Boa, Carlos Saldanha! =D

Fora isso, gostei do jeito que a história foi contada. Não tem história. Do começo ao fim eles tem que fugir da grande inundação... E toda as coisas acontecem via diálogos e ações, durante a jornada, que é bem linear. A única coisa que foge é o esquilinho... E como ele é assaz. =D

Semana que vem eu publico a resenha no Judão. Mas, se você tiver a oportunidade de aparecer em alguma pré-estréia, vá sem medo. Judão RECOMENDA!



segunda-feira, março 20, 2006 Uma Comédia Nada Romântica
Eu queria saber porque é que os estúdios de Hollywood ainda se propõem a fazer filmes como Uma Comédia nada Romântica (Date Movie), que estréia sexta aqui no Brasil. Sério. Eu não consigo entender.

A idéia desse, lá no fundo, é legal -- parodiar as comédias românticas. Mas eles não fizeram isso. Não montaram uma história que tem citações, como por exemplo Corra que a Polícia vem Aí. Montaram citações e querem passar pra nós que é uma história.

Tá, eu até consigo compreender alguns adolescentes (aqueles que dão risadas de peidos e coisas do tipo) que provavelmente adorarão esse filme. Mas eu odeio adolescente. Fazer um filme assim é chamá-los de burro... E ainda fazer com que essas idiotices sejam consideradas legais. Se tá no cinema, né?! Argh. =D

Enfim, esse filme tem muita coisa desnecessária, chata, idiota, nojenta. Eu ri bastante, é verdade, mas é de tão ridículo. Tirando a cena do Michael Jackson, nada mais foi legal. Nada.

E, enquanto isso, os roteiristas, diretores e produtores desses filmes preenchem o cu de grana. E eu... =D